#SDGAction29796
Promoção de Saúde e Objetivos do Desenvolvimento Sustentável a partir da Horta Comunitária da Unidade Básica de Saúde Nova Bonsucesso
Introduction

O projeto de horta comunitária na Unidade Básica de Saúde Nova Bonsucesso, na cidade de Guarulhos emerge como ferramenta educadora de promoção, prevenção e recuperação de saúde aliado a proposta de conscientização e educação ambiental, visando práticas saudáveis e sustentáveis pautados nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e da Agenda 2030, consolidando as diretrizes da Política Nacional de Promoção de Saúde, tendo como princípio a criação de ambiente saudável, reforço de ações comunitárias, desenvolvimento de habilidades, autonomia e empoderamento.

Objective of the practice

O projeto de horta visa a prevenção, promoção e recuperação de saúde, consciência e educação ambiental, redução de resíduos orgânicos e compostagem, inclusão social, acolhimento, integração da população com a unidade básica de saúde e fortalecimento de vínculos, valorização da comunidade e sentimento de pertencimento local.
Considerando que a Unidade Básica é a porta de entrada para o tratamento e cuidado no Sistema Único de Saúde brasileiro, a Equipe de Saúde da Família tem como desafio desenvolver estratégias que impactem positivamente e auxiliem a melhoria da qualidade de vida da sua população.
A Unidade Nova Bonsucesso em Guarulhos tem conseguido superar este desafio ao implantar uma horta em suas dependências, convidando a população a participar de eventos e atividades que este espaço proporciona.

Key stakeholders and partnerships

Desde o início do projeto todo o trabalho é voluntário e colaborativo, com apoio da comunidade e funcionários da saúde.
Não há nenhuma verba ou recurso governamental destinado ao projeto. Conta-se eventualmente com doação de moradores, funcionários e comércio local para aquisição de insumos e materiais necessários ao cultivo da horta.

Implementation of the Project/Activity

A partir da sensibilização dos funcionários da Unidade de Saúde em relação ao amplo espaço externo em desuso ocasionando acúmulo de resíduos e vetores indesejados, propícios a focos de contaminação e doenças, surgiu o desejo de transformar o local em espaço útil e benéfico à população.
Iniciou-se a divulgação da ação ao Conselho Gestor local e a todos os funcionários em contato direto com os moradores do território. Estes profissionais que conhecem as possibilidades e dificuldades individuais de cada usuário do sistema de saúde, passaram a indicar pessoas para colaborar e integrarem o projeto.
Com apoio da população foi iniciado a limpeza da área e construção de canteiros adequados ao plantio. Todo material necessário como enxadas, baldes e terra foram trazidos pelos próprios colaboradores. Assim, como tudo que foi plantado no local, cada voluntário doou mudas e sementes, criando diversidade de culturas e promovendo equilíbrio no ambiente.
Os voluntários participam de todo o processo de cultivo, da escolha das espécies plantadas até a colheita e distribuição dos alimentos, destinados a eles e aos grupos educativos dos profissionais de saúde que ocorrem dentro da unidade.

Results/Outputs/Impacts

A otimização do espaço externo da unidade de saúde deixou-o acolhedor e convidativo à realização de diversas atividades educativas da equipe multidisciplinar da Equipe de Saúde da Família, como educador físico, psicólogo, nutricionista, entre outros.
O espaço da horta tornou-se um local de cultivo e práticas orgânicas com uso de adubo e repelentes naturais, orientação de práticas sustentáveis, conscientização do uso racional dos recursos naturais, e a divulgação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e Agenda 2030.
A Unidade de Saúde passou a gerir seus resíduos orgânicos e a receber material orgânico da comunidade destinando-os ao processo de compostagem, colaborando com a destinação adequada e redução do lixo produzido no município.
O incentivo da cultura de plantio do próprio alimento contribui para segurança alimentar e diversificação de vegetais e hortaliças presentes no consumo diário, além da formação de hábitos alimentares saudáveis.
A ênfase à socialização desenvolvendo a capacidade produtiva e criativa dos participantes, elevando a autoestima por meio da valorização e troca de saberes dos conhecimentos populares, pode ser notado nos momentos de diálogo e decisões da coletividade durante a organização da rotina de trabalho. Assim como o fortalecimento de vínculos dos usuários entre si e com funcionários, proporcionando uma nova relação da comunidade com o serviço de saúde, valorizando o sentimento de pertencimento ao território. Tornando a comunidade local empoderada e capaz de protagonizar mudanças em seu habitat e seu meio social.

Enabling factors and constraints

A ausência de recursos e verbas para implantação do espaço não foi impeditivo para o andamento do projeto. A necessidade de oferecer à população um local de convívio e aprendizado aliado a vontade da comunidade em obter o espaço foi o grande impusionador de todos.
Considerando a escassa lista de materiais para execução inicial, basicamente ferramentas agrícolas trazidas por cada uma das pessoas empenhadas em contribuir com o trabalho braçal, podemos considerar que não houve necessidade de aplicação de recursos financeiros governamentais.

Sustainability and replicability

O projeto mostra que a união de funcionários e comunidade torna possível a a capacidade de tomadas de decisões por meio da sociedade. O diálogo permanente estabelecido durante as atividades semanais e oficinas educativas ministradas pelos profissionais de saúde contribui para aprendizados, capaz de provocar mudanças individuais e coletivas.
Temos relato de pessoas que ao adquirir conhecimentos sobre plantio e consciência ambiental, passaram a reproduzir um espaço de plantio em suas residências, iniciando pequenas hortas caseiras, tendo como aspectos favoráveis:
- melhoria de hábitos alimentares de toda a família,
- redução de gastos com produtos saudáveis,
-destinação adequadas de resíduos orgânicos, destinando-os a compostagem caseira,
-aproveitamento integral dos alimentos
-resgate da cultura de uso de plantas medicinais, reduzindo o uso de medicação
-educação ambiental coletiva

Conclusions

As reuniões semanais para cuidado e manutenção do local, tornaram-se oportunidades de encontros e amizades, surgindo o grupo “Amigos do Verde”. Sendo essa a grande satisfação do projeto, uma vez que o objetivo primordial não seria apenas produzir alimentos saudáveis, mas formar um espaço de convívio que gere benefícios e bem estar à comunidade. Proporcionado outros serviços na unidade de saúde, e não apenas como local de solução para doenças ou remédio para os males.
Consideramos o grande êxito da prática os relatos de melhoria na qualidade de vida dos participantes, idosos sentem-se valorizados aos partilhar seus conhecimentos populares, crianças e adultos podem fortalecer vínculos familiares, pessoas isoladas socialmente veem o momento como oportunidade de convívio e interação. Os profissionais da saúde passaram indicar a atividade com recurso terapêutico e auxiliar no tratamento de enfermidades.
A Horta Comunitária “Amigos do Verde” na região Nova Bonsucesso - Guarulhos com o apoio do Programa Municipal Ambienta Saúde e em consonância à Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares, aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e a Agenda 2030, surge como ferramenta e estratégia para mudanças ativas nos indicadores de saúde que fazem parte da realidade da comunidade local. Sendo um instrumento de educação, ação e estratégia de promoção, prevenção e recuperação de saúde, cidadania e cuidados com o meio ambiente.

Other sources of information

Goal 1
Goal 2
Goal 3
Goal 4
Goal 5
Goal 6
Goal 8
Goal 10
Goal 11
Goal 12
Goal 13
Goal 14
Goal 15
Goal 16
Goal 17
Staff / Technical expertise
não há verba ou recurso governamnetal
Basic information
Start: 31 August, 2016
Completion: 26 February, 2019
Ongoing? no
Region
Latin America and the Caribbean
Countries
Geographical Coverage
Área de abrangência territorial da Unidade Básica de Saúde Nova Bonsucesso- Guarulhos, população estimada de 25 mil habitantes.
Entity
Prefeitura Municipal de Guarulhos
Type: Regional or Local Government
Contact information
Aparecida Paulino, Coordenadora do projeto, hortabonsucesso@gmail.com, 11-961563254
Photos
No photo was provided

No photo was provided

No photo was provided
United Nations